domingo, 12 de abril de 2009

um dia, um presente





Um presente


Tenho pensado num presente, o que dar pra alguém querido como você...


Pela manhã acordei e, abrindo meus olhos, percebi que o primeiro presente que gostaria de te dar era a capacidade de ter seus olhos bem abertos, não que com isto estivesse dizendo que os seus não o são, nada disto! É que,mesmo os meus que são grandões,

na maioria das vezes não vêem o que realmente é importante...


Mas, o que seria importante?


Aí uma dúvida, um problema e não um presente.


Então, este primeiro presente acaba não valendo como tal, né?

Gostaria também de poder te dar o prazer de sentir o calor do sol em sua pele, este calor que nos faz lembrar que estamos vivos, ou então, a sensação do vento em seu rosto, aquele vento forte de outono, aquela brisa marota de verão, ou mesmo aquele vento cortante de inverno, todos eles que nos fazem sentir que a liberdade é um bem humano, mesmo que a liberdade seja um sopro em nossos pensamentos ainda limitados.

Um outro presente bom talvez fosse a sabedoria que poderíamos retirar da areia da praia ao pisarmos nela.


A lembrança eterna que a cada passo,

uma marca é feita e muitas desfeitas pela espuma do tempo.


A satisfação através da água, de bebê-la, de senti-la através dos pingos de chuva, o frescor do viver, a perpetuação das espécies,

a purificação de um banho, o simples prazer na água.


A magnitude que a Lua Cheia nos traz em sua grandeza sobre nosso mundo ...até a solidão que esta nos traz...a eterna confirmação de que estamos sós sempre...e que estamos sós sempre...

e que devemos ser,nós mesmos, nossa melhor companhia e que esta companhia pode e é muito boa.


Muito mais poderia listar como presentes mas, aí , percebi que nada disto tem valor sem algo que, na verdade, é o mais importante e é o que nos faz perceber todo o resto à nossa volta... o amor...


Amor de verdade, sem compromisso, sem entrega e sem cobrança, aquele tal amor do Criador, coisa que o homem procura em várias religiões, seitas, fraternidades, filosofias, ciências e etc ( mesmo com toda a sua racionalidade de Homo sapiens, o próprio homem seria incapaz de pensar, sem amor ao próprio pensamento...).


Amor, aquele sentimento que a gente perde e ganha com a rapidez de segundos , mas que se for amor, persiste onde quer que estejamos, nos preenchendo e nos nutrindo e nos impulsionando com a vontade de compartilha-lo com com o próximo ao lado.


Amor, este sentimento que nos faz sentir ENORMES diante do mundo porque nos faz sentir que fazemos parte dele...


Sem amor, todo o resto nada valeria.
Sem amor, como seria?

obs. este foi um presente dado há um tempo a um amigo eterno... e tempo é algo instável e não mensurável menor, muito menor que o Amor... portanto, lembrando-me deste presente dado um dia, resolvi dar este mesmo presente ( que este amigo me perdoe o compartilhar...) para você que está comigo hoje me lendo ...


obs. 2: as campanhas por ciclovias nas cidades brasileiras continuam... adquira o seu adesivo aqui em São José dos Campos ou faça o seu em sua cidade! entre em contato!


postos de venda em São José dos Campos,em ordem alfabética pra ninguém ficar tristinho comigo:

· Bike Brasil –Av. Shishima Ifumi, 2096- Urbanova
· Bike Joe –Loja 1 Av Adhemar de Barros, 645- V. Ady AnnaTel 39214105
Loja 2 Av. Paulo Becker, 151, loja 3 – V. Ady AnnaTel 32079993
· Mercurial –Pharmacia de Manipulação Homeopática e Antroposófica
Rua Santa Luzia, 19 – V. EmaTel 3923 1600
· Pró Bike –Rua Casemiro de Abreu, 270 – Jd MaringáTel 39229279
· Plural Café Jd Maringá
· Terapia Regressiva
Rua Coronel José Domingos de Vasconcellos, 230, sala 03Tel 39136028


a arte do adesivo foi feita pelo Netto da Up signs...quer participar?deixe um comentário pra contato(podemos enviar a arte...)ou vá às lojas amigas e adquira o seu adesivo "kdê as ciclovias?" !



2 comentários:

**STELA** disse...

Amei a mensagem e o presente!!!
:o))

FELIZ PÁSCOA!!
Stela

Sonia Schmorantz disse...

Que tenhas uma nova semana de muita paz e alegrias.
beijos